As minhas Clarinhas de Fão


A origem da doçaria conventual em Portugal remonta ao século XV. Terá sido neste período que o açúcar entrou na tradição gastronómica dos conventos. O açúcar e os ovos são, por norma, as estrelas desta doçaria.



Portugal, país com uma longa história, tem também na sua gastronomia e na sua doçaria belos exemplares que em nada nos fazem ficar atrás das culinárias mais conhecidas do mundo. 
Percorrer as nossas terras seculares é percorrer a nossa história, tempos áureos em que Portugal era uma nação, um reino próspero onde se ditavam os destinos das rotas e descobertas do mundo.
Como homem do norte, conheço melhor as tradições desta região do país!
Hoje foi a vez de arriscar nas Clarinhas de Fão. 



Ingredientes

Para a massa:
250 g de Farinha
50 g de manteiga
1 e 1/2 dl de Água
sumo de Limão (umas gotas)
1 pitada de Sal

Para o recheio:
150 g de Chila
2 Ovos
1 e 1/2 colheres de sopa de Açúcar
1/2 colher de sopa de Farinha
Canela q.b.

Óleo q.b.
Açúcar em pó


Preparação
1.  Misture todos os ingredientes para a massa e amasse, ligando tudo muito bem. Deixe repousar durante 30 minutos. 

2. Prepare o recheio, juntando, num tacho, todos os ingredientes. Deixe cozer até ficar bem espesso.

3. Polvilhe a bancada com farinha e estenda a massa com um rolo da massa, de modo a ficar bem fina.

4. De seguida corte círculos do tamanho a gosto para fazer " os rissóis" . Coloque no centro um pouco de recheio. Dobre formando meia-lua, unindo bem a extremidades, pressionando-as com os dedos ou com um garfo.

5. Frite em óleo bem quente, virando-as para alourar de ambos os lados.

6. Depois de fritas, retire o excesso de óleo com papel absorvente e polvilhe com açúcar em pó.




O recheio das minhas Clarinhas ficou mais escuro que o habitual pois gosto muito de canela então coloquei uma quantidade generosa.


Doce típico da Vila, que faz parte do Município de Esposende, leva o nome do local além fronteiras e faz deste produto uma referência regional e nacional. Os “pastéis de chila” são originários de Fão, onde detinham fama já em finais do século XIX, sendo-lhes apontadas referências de origem conventual.

Espero que gostem!

37 comentários:

  1. Olá Ricardo,
    Também sou apreciadora dos doces conventuais.
    Suas clarinhas de Fão estão perfeitas.
    Um ótimo fim de semana,
    Lylia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Lylia.
      Beijinhos e bom fim de semana para si também!

      Eliminar
  2. Tudo o que leve chila eu adoro, por isso as tuas clarinhas estão com um ar muito apetessível!
    Lénea

    ResponderEliminar
  3. QUANDO LÁ VOU COMO SEMPRE POIS ADORO.
    AS TUAS FICARAM LINDAS,APETECE MESMO ROUBAR UMA..
    BOM FIM DE SEMANA
    BJS

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde Ricardo!

    Também eu aprecio doces conventuais.
    As tuas clarinhas de Fão parecem-me deliciosas.

    Bom fim de semana.
    Beijinhos

    Aurea Sá

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Aurea.
      Bom fim de semana para ti também.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. olá Ricardo.
    Adorei, fiquei a babar ao ver esse interior. Parecem mesmo deliciosas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado.
      Tem que experimentar. São mesmo boas!
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Obrigado Maria.
      Da próxima envio-te uma pelo correio. eh eh !
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Gosto muito das clarinhas. Durante alguns anos passava ferias com amigos na Apulia e faziamos uma caminhada diária até Fão só pra comer uma Clarinha. Bom fim semana. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Viciam... também já passei férias lá e todos os dias íamos comer uma. :-)
      Beijinhos e Bom fim de semana.

      Eliminar
  8. This recipe is amazing! Looks amazing! Great blog!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank's for your delightful words.
      Welcome to my simple place.

      Eliminar
  9. Olá Ricardo, obrigado pela visita e comentário deixado no meu blog. Já me tornei seguidora, porque adorei o que já vi por aqui.
    Beijinhos e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sê sempre bem vinda Marta.
      Beijinhos e bom fim de semana!

      Eliminar
  10. Eu adoro doces conventuais :)
    Mas não conheço estas clarinhas lindas.
    Ficaram perfeitas.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que experimentar. São uma delícia... crocantes por fora e macias por dentro. Muito boas.
      Beijinho e bom fim de semana.

      Eliminar
  11. Olá Ricardo!! O que tu foste trazer hoje!!! Ai ai!! Não como clarinhas à anos!!!! Despertaste-me a gula!!! ao máximo :)

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Catarina. Para a próxima vez envio-te algumas pelo correio. :-)
      Beijinhos e bom fim de semana.

      Eliminar
  12. Ricardo, eu me sinto viajando com as suas postagens maravilhosas.
    Eu nunca comi este doce, mas agora estou querendo muito, pelo menos tentar fazer né?

    Bom fim de semana pra você!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana Paula.
      Faça que vai gostar.
      Beijinhos e bom fim de semana.

      Eliminar
  13. Acho que ninguém consegue resistir a doçaria conventual.
    Essas clarinhas ficaram uma autentica tentação... já comia uma de bom grado lol

    Bjs e bom fim de semana :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São deliciosas Romy.
      Beijinhos e Bom fim de Semana.

      Eliminar
  14. Quem não gosta de uma deliciosa clarinha... ;)
    Fáceis e saborosas...
    Obrigado por partilhares...um pouco da nossa história...
    Um abraço e bom fim de semana...

    ResponderEliminar
  15. Que maravilha! Também gosto (adoro) da maioria dos doces conventuais=) As clarinhas como têm recheio com chila não lhes resisto!! Estão muito lindas e concerteza muito boas=)

    ResponderEliminar
  16. Eu também sou louca varrida em doces conventuais e doce de ovos e receitas que provocam ataques cardíacos e estes teus doces estão mesmo a fazer-me salivar loucamente que não sei se me aguento sem ir para a cozinha...
    beijocas,
    Lia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. força Lia. Vai para a cozinha e faz coisinhas boas.
      Bjinhos e bom fim de semana.

      Eliminar
  17. O meu marido tb é louco por doces conventuais, eu tenho de lhe pedir para não fazer mtas vezes, pk não fazem propriamente bem.. lol :)
    Ficaram lindas as tuas clarinhas!!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Doces conventuais são inebriantes !
    Há alguns que poderia comer sem parar ! :-)
    Não conheço as clarinhas, mas pelo lindíssimo aspecto, ah... provaria, se provaria !

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Olá! Vim até aqui por acaso e descobri que tens um blogue super giro!
    Parabéns!
    Estas, ficam na retina, para fazer um dia destes :)

    ResponderEliminar

Olá!
Obrigado por passar por este espaço e por querer partilhar algo. A sua opinião é sempre importante para manter este recanto do seu agrado.
Cumprimentos e volte sempre!