Perú com Manteiga de Ervas Aromáticas


O aroma das ervas aromáticas do meu jardim encheu-me de coragem e fez-me dizer: vamos arriscar.



Ingredientes
2 coxas de Perú
1 ramo de Alecrim
1 ramo de Manjerico / Manjericão
1 ramo de Hortelã
1 ramo de Tomilho
1 ramo de Salsa
Manteiga q.b.
Batatas q.b.
2 Tomates
2 Cenouras
Sal
Azeite
1 colher de café de Malagueta Triturada


Preparação
1. Numa taça misture a manteiga com as ervas picadas, o sal e a malagueta.

2. Limpe e seque muito bem o perú.

3. Com cuidado, descole a pele do perú da carne e recheie com uma parte manteiga de ervas.

4. Barre o restante da manteiga em toda a coxa do perú (exteriormente). Coloque-o numa assadeira e leve ao forno bem quente coberto com papel de alumínio durante 45 minutos.

5. Descasque as batatas e pele as cenouras partindo-as aos gomos. Leve a cozer com água temperada com sal e um fio de azeite até ficarem mais macios.

6. Retire a folha de alumínio da assadeira do perú e junte-lhe as batatas, as cenouras e também os tomates aos gomos. Vá regando durante a assadura para que o perú não seque.

7. Quando estiver tudo douradinho, a gosto, sirva.





O Alecrim é apreciado na preparação de aves, caça, carne de porco, salsichas, linguiças e batatas assadas. Na Itália é utilizado em assados de carneiro, cabrito e vitela. Em churrascos, recomenda-se espalhar um bom punhado sobre as brasas do carvão aceso, perfumando a carne e difundindo um agradável odor no ambiente. Pode ser utilizado ainda em sopas e molhos.

O Manjericão, na Culinária Ocidental é companheiro fiel dos tomates, estejam eles em saladas, molhos ou sopas. Fica maravilhoso no tempero de recheios de aves e também utilizado com peixe ou frutos do mar, especialmente lagosta.



A Hortelã é indispensável na Culinária Árabe, temperando diversos pratos, como esfihas, quibe e tabule. A aplicação da hortelã na culinária contemporânea também aumenta a cada dia em combinações inusitadas e saborosas, como sorvetes, sumos, cocktails e doces.



A Salsa, graças à suavidade de seu aroma e sabor, é um daqueles temperos aceites até por quem não é fã de ervas aromáticas na culinária. Tanto as folhas como os talos da salsa são usados para realçar o sabor de peixes, frutos do mar, carnes vermelhas, aves, legumes, ovos, sopas, molhos, massas, enfim, em quase todos os tipos de pratos salgados.


O Tomilho é uma erva bastante aromática de origem mediterrânica e ingrediente básico da cozinha europeia e da cozinha crioula nos Estados Unidos. É indispensável no bouquet aromático francês e na composição das ervas de Provença, formando um quarteto espectacular com a salva, o alecrim e a segurelha. Com o seu sabor apimentado, o tomilho dá um toque especial às carnes em geral, especialmente de porco e molhos de tomate. O tomilho combina praticamente com quase todos os alimentos: legumes e verduras, carnes, caças e ovos.


Espero que gostem!

12 comentários:

  1. Perfeito Ricardo!
    Todos os ingredientes que eu adoro.

    Bom fim de semana.

    Beijinhos.

    Aurea Sá

    ResponderEliminar
  2. Ricardo
    Uma receita a experimentar sem dúvida...adorei!!
    O empratamento ficou um luxo, 5*****
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Sandrinha.
      Beijinhos e bom fim de semana!

      Eliminar
  3. Impecavel como sempre Ricardo!
    Parabéns pelo teu cantinho,está lindo!
    Desejo-te boa sorte nesta nova aventura!
    Beijinhos e bom fim de semana com muito sol e calor! ;):):D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigado e igualmente para ti Sandrinha.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. APRESENTAÇÃO DOS SEUS PRATOS É SEMPRE PERFEITA.
    ESTA SUGESTÃO É UMA VERDADEIRA DELICIA.
    BOM FIM DE SEMANA
    BJ

    ResponderEliminar
  5. Desculpa a minha ausência no blog e a comentar as tuas maravilhosas receitas nos últimos dias...mas devido a motivos pessoais que explicarei em breve, não pude aceder à Internet. No entanto, estou de volta e cheia de vontade de ver as tuas novas receitinhas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Um prato com apresentação "gourmet", digno de Chef, lindíssimo de facto !
    O sabor só pode ser esplêndido, conferido pelos diversos aromas que utilizou !

    Agradeço também a partilha das informações tão úteis acerca das ervas aromáticas... "quando eu for grande" também vou querer uns vasinhos de ervas aromáticas no meu jardim, Ricardo, o pior é que pouca coisa se lá dá, a hortelã sim, erva daninha :-)

    Beijinho

    ResponderEliminar

Olá!
Obrigado por passar por este espaço e por querer partilhar algo. A sua opinião é sempre importante para manter este recanto do seu agrado.
Cumprimentos e volte sempre!