Febras Agridoce com Batatinhas ao Alecrim


O contraste de sabores neste prato é bastante pronunciado e marca toda a diferença.
Porque havemos nós de comer uma simples febra grelhada, quando a podemos abrilhantar com um molho maravilhoso?



Ingredientes
4 Febras de Porco grandes
1 Cebola às meias luas
2 dentes de Alho Picados
1 folha de Louro
1 dl de azeite
1 dl de Vinho Branco
4 colheres de sopa de Ketchup
1 colher de sopa de Mostarda
1 lata de Cogumelos laminados
1/2 Pimento vermelho às tiras
Batatas partidas aos gomos q.b.
Sal
Pimenta q.b.
Alecrim q.b.
Pickles q.b.
Óleo para fritar


Preparação
1. Num tacho coloque as febras. De seguida tempere de sal e pimenta.

2. Adicione os cogumelos, o louro, a cebola, os alhos, os pimentos, o ketchup e regue com o azeite e o vinho branco. Leve ao lume e deixe cozinhar até ficar bem apuradinho.

3. Coza as batatas por alguns minutos em água temperada com sal para as amaciar. Coe.

4. Coloque um pouco de óleo numa frigideira e frite as batatas salpicando-as com alecrim picado.

5. Assim que as febras estiverem prontas, retire do lume e acrescente os pickles a gosto, misturando bem.





Espero que gostem!



58 comentários:

  1. Adorei esse livro e depois vi o filme que também era bastante bom :))

    xx

    ResponderEliminar
  2. Essas batatinhas estão com um ar delicioso!

    ResponderEliminar
  3. Que bueno tu plato y el libro no lo he leído pero si que he visto la película lo que no se es si se corresponde con el libro, que tal vez creo que sí….

    ResponderEliminar
  4. Esse prato fez-me água na boca!
    Essas batatas devem ser divinais.
    Eu ao contrário da maioria das pessoas, sou viciada na leitura, desde pequena, devoro livro atrás de livro, o que prejudica o meu orçamento, mas eu não resisto aos livros, ainda ontem comprei mais um, mas o montinho de livros a ler!

    ResponderEliminar
  5. Ricardo, adoro as fotografias que você tira dos pratos que prepara. São belíssimas!!
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Que aspecto maravilhoso! As batatas estão divinas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Vou ter que discordar!
    Eu pertenço ao mundo das novas tecnologias, foi a área que segui e que exerço. Tenho muita literatura em formato electrónico, maioritariamente manuais. Mas não dispenso um livro de papel, chego mesmo a ler no tablet e de seguida compro o livro, se o mesmo me apaixonou a esse ponto.

    Tem que existir uma educação, tem que se ler sim, muito e sempre. Temos que educar os mais novos nesse sentido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rachel, eu sou vidrado nas novas tecnologias... e se as pessoas as usarem para ler, óptimo. Não importa o formato,importa é que leiam e que desenvolvam o grau e a fluidez da comunicação.
      Bjinhos

      Eliminar
  8. Eu gosto tanto de sabores agridoce e o porque dá-se muito bem a esse "tempero".
    Ficou excelente o prato.
    "O perfume" está no meu Top10 de prefencias. Já o li e reli vezes sem conta.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Adorei a receita, ficou com um aspecto fantástico!
    beijinhos
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Concordo. Lêem-se autênticas pérolas por toda a internet e confesso que há alturas em que me pergunto se aquela pessoa escreveu de propósito mal ou simplesmente nunca leu na vida... Ainda há pouco tropecei num "oje fui..."!!! Oje??? Enfim, a internet é um mundo maravilhoso, mas se não se souber filtrar...
    Adorei o tempero dessas febras e as batatas estão maravilhosas!
    Beijinhos:)

    ResponderEliminar
  11. Olá Ricardo,
    Concordo contigo, cada vez mais, as pessoas não lêem, ou por falta de tempo ou por terem outros interesses que acabam por falam mais alto. E também contra mim falo. Há muito tempo que não leio um bom livro e, sou prova do que aqui falas, noto que quando leio com mais frequência, tenho diálogos mais fluidos, com um vocabulário mais abrangente.
    A leitura é, realmente, muito importante. E, nos dias de hoje, mais ainda, pois com as novas tecnologias cada vez lemos menos, falamos menos e nos deparamos mais com frases e textos mal escritos que, diariamente, são publicados na Internet.
    Peço já desculpa por qualquer erro ortográfico que tenho cometido :P

    A receita é maravilhosa e como sempre as fotografias fazem crescer água na boca. Adorei!

    Bons cozinhados! *
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Se tem algo que gosto, tanto quanto de culinária, é estar com um bom livro. E digo mais: é de pequeno que se faz um bom leitor!
    Esse prato parece delicioso...beijkas ops...beijocas rsrs

    ResponderEliminar
  13. batatinhas ao alecrim, adoro! optima receita
    http://petiscosemiminhos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Olá Ricardo,

    Um belíssimo post.
    Sou uma leitora compulsiva. Tenho de ter sempre um livro para ler e por vezes mais. Não consigo ler em Tablet nem no computador e a felicidade que retiro no ato da compra e durante o manuseamento de um livro novo é algo indescritível. Atualmente debato-me com a falta de gosto da minha filhota pela leitura. É algo que não compreendo. Os livros são pequenos mundos que nos excitam e nos espicaçam a imaginação. Ela não gosta e não se esforça, aliás apenas um dos seus coleguinhas gosta de ler mas é uma exceção à regra. Enfim, são as novas gerações e nós pais temos um trabalho redobrado.

    As batatas estão divinais.

    Bjnhos e uma semana inspiradora.

    http://saborescomtempo.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois, é difícil, mas como mãe não pode desistir. Bjinhos

      Eliminar
  15. Concordo plenamente :)
    Os jovens tem muito o hábito de abreviar as palavras... já vi algumas frases e sinceramente, por vezes não dá para entender nada do que escrevem lol

    Quanto à receita, adorei. O aroma do alecrim agrada-me bastante :D

    Bjokas

    ResponderEliminar
  16. Olá Ricardo,
    digitar uma palavra errada é uma coisa e escrever errado é outra.
    As vezes acontece com muitas pessoas, até comigo mesma, mas logo vejo
    o meu erro e conserto na hora.
    Como sempre você arrasa com suas fotos lindas e pratos maravilhosos!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. claro... enganar-se a digitar é normal... agora escrever com erros ortográficos,uns atrás dos outros, custa-me muito ver.
      Beijinhos

      Eliminar
  17. Olá Ricardo, mais uma excelente sugestão que nos trazes! E só posso concordar contigo, confesso que se não fosse o escrever aqui nos blogues todos os dias, já teria perdido o fio à meada de algumas palavras em português (no meu dia a dia só falo e escrevo alemão e inglês). Leio todos os dias as notícias na Internet e sempre que me é possível trago livros de Portugal para ler. Não gosto de assassinar a nossa língua e sempre que vejo algum erro mesmo que seja noutras pessoas corrijo mesmo que não gostem muito!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Gostei bastante das sugestões. As febras estão simplesmente fantásticas e o livro foi dos melhores que já li.
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das Receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. Eu leio imenso, mas confesso-te que não gostei nada desse livro :)... Como dizes, gostos não se discutem!!
    Essas febras ficaram fabulosas, adoro comidinha agridoce :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Adorei a receita. Quanto ao livro, sem dúvida, é um óptimo livro! beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Como adoro comida agridoce ia adorar essa febras...estão optimas.
    BJ

    ResponderEliminar
  22. Olá Ricardo: gostei muito das febras e das batatas,que parecem deliciosas.
    Quanto ao livro,também já o li e gostei imenso.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  23. Hum que comidinha gulosa! Até me abriu o apetite. Não conhecia esse autor amigo, mas vou procurar. Beijos da Bahia/Brasil

    ResponderEliminar
  24. Ricardo querido, fiquei com água na boca.Parabéns.Beijos querido uma ótima sexta.

    ResponderEliminar
  25. É isso mesmo, Ricardo.A leitura é essencial na vida: para crescer, para aprender, para partilhar. Só poderemos escrever bem se lermos .
    Bj e bom fim de semana,
    Lylia

    ResponderEliminar
  26. Olá Ricardo,
    O Perfume é um dos meus livros preferidos de sempre e quanto à abreviação, não podia concordar mais, pois dá-me totalmente nos nervos a forma como os miúdos escrevem hoje em dia...
    Belíssimo prato!!
    Beijocas,
    Lia.

    ResponderEliminar
  27. Olá :)
    Leio imenso, pena é que o espaço disponivel para os livros já começa a escassear!

    Beijinhos,
    Marisa
    http://sweetmykitchen.blogspot.pt/2012/01/bifinhos-de-peru-em-leite-de-coco-e.html

    ResponderEliminar
  28. Boa noite Ricardo Thiago. Estou PASSEANDO pelo seu blog e deparei-me com uma palavra com a qual não estou acostumado e gostaria de saber se você consegue explicar-me no português do Brasil : o que são as FEBRAS ? Pela fotografia só dá para ver mesmo o molho e as batatas. Me parece um pedaço de carne de porco . Seria talvez isto ? Aguardo sua resposta e antecipado agradeço. Parabéns pelo seu blog. Ainda vou dar uma boa olhada nele pois nem bem comecei e já fiquei intrigado com tal palavra rsrsrsr . Obrigado.

    MAZOLA

    JUIZ DE FORA , MINAS GERAIS , BRASIL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mazola. Obrigado pela visita.
      Febras são bifes de carne de porco (da perna). Se forem como bifes chamamos febras ou fêveras. Se forem muito fininhos, chamamos bifanas.
      Espero ter ajudado. Volte sempre.

      Eliminar

Olá!
Obrigado por passar por este espaço e por querer partilhar algo. A sua opinião é sempre importante para manter este recanto do seu agrado.
Cumprimentos e volte sempre!