O meu Coq Au Vin


Intenso, macio e incrivelmente suculento. Este Coq Au Vin, com um aroma a Portugal é boa proposta para uma refeição mais "elaborada".



Ingredientes
1 Galo ou Frango do Campo cortado aos pedaços
3 dentes de Alho picados
2 folhas de Louro
2 cenouras raspadas
Vinho Tinto q.b.
1 Cálice de Vinho do Porto
Bacon aos cubos
1 colher de sobremesa de Coentros em pó
1 colher de sopa de Farinha de trigo
1 litro de Caldo de Galinha
Sal
Pimenta
1 Cebola


Preparação
1. Tempere o frango com alho, louro, vinho tinto, vinho do Porto, sal, coentros e pimenta. Deixe marinar pelo menos 2 a 3 horas.

2. Num tacho grande coloque um pouco de azeite e sele o frango (poucos pedaços de cada vez para que o azeite não arrefeça e não acabem cozidos). Reserve.

3. Depois de selar o frango, aproveite um terço da gordura que está no tacho e junte-lhe a cebola picada. Quando começar a ficar translúcida acrescente o bacon em pedaços pequenos, a cenoura e os pedaços de frango.

4. Junte-lhe a marinada e o caldo de galinha (em quantidade suficiente para  cobrir praticamente todo o frango). Deixe cozinhar durante 25 a 30 minutos (se for galo ou frango caseiro aumente o tempo de cozedura) até a carne estar macia. 

5. Retire o frango e reserve. 

6. Junte uma colher de farinha a um pouco de água, dissolva bem e junte ao molho para ficar mais espesso e deixe cozinhar por mais 5 a 6 minutos.

7. Junte o frango e sirva. 







Assim reza a história que, por volta de 50 a.C., os gauleses, liderados por Vercingetórix, e os romanos, comandados pelo general Júlio César, travavam uma acesa batalha. Os romanos venciam a luta e obrigaram os cerca de 80 mil homens do exército de Vercingetórix a renderem-se e a fugirem para Alésia - uma região central de França. Para confirmar a sua rendição, o chefe dos gauleses enviou ao grupo inimigo um galo de briga e recebeu, em troca, um convite para jantar. O galo acabou por ser o prato principal.

A preparação original da famosa receita de Coq au Vin requer tempo: o galo deve cozinhar por horas em vinho tinto até que sua carne esteja suficientemente macia.





Acompanhei com Arroz branco e Legumes cozidos.

Espero que gostem!

10 comentários:

  1. Mais um prato delicioso.
    Adorei a proposta.

    Beijinhos.

    Aurea Sá

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é um prato muito interessante... o aroma do vinho do Porto torna-o único.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. NUNCA FIZ MAS VENDO O TEU FICO BEM TENTADA, TEM UM ASPECTO FANTÁSTICO.
    O ACOMPANHAMENTO É PERFEITO.
    BOA SEMANA
    BJS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado São. Boa semana para si também.
      Bjinhos

      Eliminar
  3. Olá Ricardo:)
    parece-me um prato delicioso, e,
    não poderia estar mais de acordo, cada prato que nos sai
    das mãos deve levar sempre com ele um "cheirinho" de quem o faz:)
    Parabéns, tenho apreciado muito os teus posts.
    Beijinhos, boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Duxa.
      Só dessa forma é que nos entregamos verdadeiramente aquilo que cozinhamos!
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Obrigada Ricardo pela visita ao meu blog. Vim retribuir e felizmente que o fiz pois tens logo aqui uma receita que eu procuro há já muito tempo e nunca encontrei uma que gostasse tanto. Ficou registado este coq au vin. Logo, logo experimentarei.
    Beijos e desejos de uma semana feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado. Ainda bem que gostaste... Fico a aguardar a experiência.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Obrigado pela visita ao meu blog Ricardo.
    Parabéns, estou a gostar dos teus posts.
    Um abraço.

    ResponderEliminar

Olá!
Obrigado por passar por este espaço e por querer partilhar algo. A sua opinião é sempre importante para manter este recanto do seu agrado.
Cumprimentos e volte sempre!